Mostrando postagens com marcador assassinato. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador assassinato. Mostrar todas as postagens

domingo, 22 de fevereiro de 2015

JOVEM É BALEADO E MORTO NO BAIRRO GONÇALVES

Um jovem foi morto no bairro Gonçalves, na tarde deste domingo (22), enquanto bebia com amigos na mesa de uma venda próxima ao Campo de Futebol da comunidade. Maycon Cesar Caliari Corsini, 20 anos (foto à esq.), foi alvejado pelas costas por outro jovem, Julio Greik, apontado como traficante daquela área. Suspeita-se que o crime tenha sido um acerto de contas.
Testemunhas afirmam que o assassino apenas chamou a vitima e simplesmente atirou, fugindo em seguida rumo ao bairro Luzias na caminhonete S10 que dirigia, de cor preta e com placa DFZ 4434. Maycon foi trazido para o Hospital de Gimirim, mas já chegou ao Pronto Atendimento sem vida. O corpo aguarda transferência para o IML de Alfenas.
A PM está em rastreamento, e qualquer pista pode ser repassada pelo 190.

Julio Greick é apontado como sendo o autor do disparo fatal. Pistas sobre seu paradeiro podem ser passadas ao 190

No local do crime, a marca do sangue na estrada. Apenas um tiro bastou para executar o jovem


sexta-feira, 16 de maio de 2014

ATIRADORES MATAM DOIS EM PARAGUAÇU

Atiradores mataram duas pessoas e deixaram outras duas feridas em uma emboscada, na noite desta quinta-feira (15), na zona rural de Paraguaçu (MG). Segundo a Polícia Militar, as testemunhas que sobreviveram disseram que estavam no local conhecido como "Ilha" quando foram surpreendidas pelos disparos. Ninguém soube dizer como e nem por onde os bandidos chegaram.
Vandoir Gonçalves Xavier, de 49 anos e Leandro Custódio, de 32 anos, morreram na hora. Mesmo feridas, outras duas pessoas conseguiram fugir e foram socorridas no hospital da cidade. Conforme a polícia, a suspeita é que uma disputa de terras tenha motivado o crime.
Até o fechamento desta nota, não havia informações quanto à identificação de suspeitos ou de qualquer prisão que tenha sido feita.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

CRIME PASSIONAL CHOCA MORADORES DO CANTO

Marilia, com a filha no colo. Ao lado dela, o assassino, William
A jovem Marília Cristina Peres (23 anos) foi morta hoje (8), por volta das 13 horas, na residência de sua mãe, situada na Rua São Vicente, no bairro São José (Canto), pelo ex-marido Willian Ferreira (31 anos). O motivo do crime teria sido a separação do casal, ocorrida há algumas semanas, e o recente pedido oficial de divórcio, feito pela vítima por meio de seu advogado.
Segundo informações levantadas por nossa reportagem, Marília estava sozinha na residência de sua genitora, quando o assassino chegou em um Fiat Pálio, de cor branca, adentrou o imóvel e disparou três vezes contra ela. Em seguida, o autor fugiu, tomando rumo ignorado. A Polícia Militar iniciou um rastreamento para tentar encontrar o rapaz, mas, pouco tempo depois, recebeu a informação de que ele teria se entregado no Quartel de Machado, de onde foi levado para a Delegacia Regional de Alfenas.
Os delegados Éder Neves (de Poço Fundo) e Bruno Esteves (plantonista deste fim de semana), juntamente com investigadores e uma equipe da PM gimirinense, estiveram no local, preservando a cena do delito, para os trabalhos da Perícia.
O corpo de Marília foi levado para o IML de Alfenas, e espera-se que seja liberado ainda neste sábado à familia, para o velório e sepultamento, que já está marcado para as 09h00 deste domingo (9).
A mulher deixa uma filha de apenas 1 ano de idade.
Mais detalhes sobre este caso, você confere ainda no nosso site e na próxima edição do JPF.

Dezenas de curiosos e vizinhos assustados se juntaram diante da residência da vitima
Mulher morreu na porta da casa


sábado, 18 de janeiro de 2014

MANHÃ VIOLENTA EM ALFENAS

Portal Alfenas Hoje
Atualizada às 17h00 de 18/01/2014

A manhã deste sábado (18) não começou muito bem em Alfenas. Três homens foram esfaqueados por volta das 6h30 na avenida José Paulino da Costa, nas proximidades do Campo do América. Ederson Vieira, de 25 anos (foto), morreu no local, e os outros estão internados no Hospital Universitário Alzira Velano.
O motivo seria totalmente fútil. Segundo primeiros levantamentos junto a testemunhas, a briga teria sido gerada por uma suposta tentativa de acerto de "programa" sexual em um outro local. O homem que foi morto, os feridos e o suspeito de ter cometido o crime teriam entrado em disputa para "fechar negócio" com alguns travestis, que optaram por aceitar a proposta das vítimas. Por conta disso, um dos homens resolveu pegar uma faca e foi, de táxi, atrás do grupo, e quando o encontrou partiu para o ataque contra Ederson.
O rapaz foi atingido no braço, nas costas e no tórax, do lado esquerdo. Seu amigo  R.M.D. (34 anos), por sua vez, tentou separar a briga mas sofreu uma perfuração no abdomen. Ele mesmo caminhou até o hospital, onde foi imediatamente transferido para o centro cirúrgico. Irmãos de Ederson teriam interferido na briga, e um deles também acabou atingido no abdomen. No entanto, ambos haviam saído da cena do crime e corrido para a casa deles, tendo até trocado de roupa. A Policia Militar os localizou e os dois foram conduzidos para prestar esclarecimentos, por conta da atitude suspeita.
A PM está à procura do autor. O assassino, que segundo as testemunhas aparenta ter cerca de 30 anos, usou uma faca tipo peixeira com cabo branco na ação. De acordo com a Policia, ele teria tomado o táxi acompanhado por outro homem, que também não foi identificado.
Na casa dos irmãos do morto, a perícia recolheu também uma tesoura e uma faca, que podem ter sido utilizadas na confusão, além roupas sujas de sangue.
Câmeras de segurança flagraram toda a confusão, mas a baixa qualidade das imagens não permite a identificação definitiva do autor, que até o fechamento desta nota ainda não havia sido preso. As vitimas que ficaram feridas não correm risco de morrer.

Fotos: Minas Acontece



terça-feira, 24 de dezembro de 2013

ALFENAS CHOCADA COM HOMICÍDIO SEGUIDO DE SUICÍDIO

Enfermeira foi morta quando seguia para o trabalho. Ex-companheiro, o autor do crime, se enforcou em seguida


O feriado de Natal não vai ser dos mais felizes para pelo menos duas famílias de Alfenas. Entre a madrugada e a manhã desta terça-feira (24) um crime passional chocou a cidade. Uma mulher foi morta pelo ex-amásio, que depois cometeu suicídio.
Segundo a Policia, testemunhas afirmaram que a enfermeira Josiane dos Santos Almeida de Souza (35 anos), seguia com sua moto Honda CG 150 pela rua Cláudio Manoel, rumo ao seu trabalho no Hospital Alzira Velano, quando foi abordada por um homem, que a esfaqueou várias vezes e depois fugiu em um Renault. A mulher chegou a ser socorrida, mas já chegou sem vida ao Pronto Socorro.
O delegado que estava no plantão, Éder Neves, e o investigador Mauricio Botazini compareceram ao local, bem como a perícia da Policia Civil. Logo que os trabalhos de investigação foram iniciados, os policiais receberam a informação de que uma pessoa havia cometido suicídio na zona rural do município. Tratava-se do ex-companheiro da vítima, Ivan Vilela da Silva (44 anos).
Pessoas que passavam pela estrada por volta das 8h00 da manhã viram o veículo do homem parado perto de uma mata, e seu corpo pendurado por uma corda numa árvore, na Fazenda Campo da Sede, no Jardim São Carlos.
No local, constatou-se que a faca utilizada no crime contra Josiane, uma peixeira com aproximadamente 30 cm de lâmina, estava jogada no assoalho do carro, que foi deixado com a porta aberta e com a chave no contato. Manchas de sangue em vários pontos do veículo e nas roupas do suicida apenas reforçaram a certeza de que ele havia sido o autor do homicídio.
Ainda de acordo com a policia, a enfermeira já havia registrado boletim de ocorrência contra seu ex-marido, que não se conformava com o fim do relacionamento. Por conta disso, ela até teria mudado o horário de trabalho, para não ser atacada à noite, mas a estratégia revelou-se inútil.
Os corpos foram levados para o IML, e após os trabalhos de praxe seriam liberados para o devido sepultamento.

As imagens abaixo são do local onde a policia encontrou o assassino/suicida


Faca usada no crime estava no carro de Ivan

Renault utilizado no homicídio e no suicídio foi apreendido, bem como a moto da enfermeira
Perito faz os trabalhos de praxe no local do auto-extermínio


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

MENOR É MORTO FRIAMENTE E ENTERRADO EM MATA FECHADA, EM MACHADO

Policiais civis trabalham no local onde estava o corpo do adolescente, morto por colegas do mundo do crime. Autores já foram identificados e são todos menores de idade também
A Polícia Civil localizou, no fim da tarde desta terça-feira (3), o corpo de um jovem que estava desaparecido há pouco mais de dois meses. Os restos mortais possivelmente são de um adolescente conhecido como “Deivinho” e foram achados após uma minuciosa investigação feita por agentes da corporação machadense. O adolescente foi enterrado numa mata próxima ao bairro Jardim Primavera II, por supostos parceiros, atuantes no tráfico de drogas, após desavenças ocorridas entre eles.
Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Alfenas foi acionada e fez a exumação do cadáver, que, em seguida, foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) da mesma cidade.
Nossa reportagem acompanhou todos os trabalhos até o início da madrugada desta quarta-feira (4), quando, finalmente, ocorreu a retirada. A equipe de resgate teve grande dificuldade nesta tarefa porque os restos estavam envoltos pelas raízes de árvores próximas à cova, aberta num local de difícil acesso. A cobertura completa de mais este caso elucidado pelo Polícia Civil você confere na próxima edição do JPF.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

TJMG DEFINE 26 ANOS DE PRISÃO PARA ASSASSINO DE TAXISTA DE SERRANIA


Após análise de recurso pelo TJMG, Ricardo Rodrigues da Silva, de 26 anos, um dos autores do latrocínio que vitimou o taxista de Serrania, Ademar Teodoro de Lima (53 anos) em mais de 2011, acabou sendo condenado a 26 anos de prisão em regime inicialmente fechado. São quatro anos a menos que a condenação fixada em primeira instância, que era de 30 anos. A mulher de Ricardo, que também participou do crime, responde processo separadamente. Um irmão dele morreu em um acidente com o táxi da vítima durante a fuga após o assassinato.
O desembargador Adilson Lamounier, responsável pela análise o recurso, destacou que as provas do processo não deixam dúvida do envolvimento direto do réu no caso. Ricardo e o irmão tinham desavença com o taxista e por isso o homicídio também pode ter sido cometido por vingança. No entanto, o magistrado considerou que os antecedentes e a personalidade do réu não poderiam ser desfavoráveis a ele. Assim, decidiu reduzir a pena para 26 anos de reclusão em regime fechado.
No recurso apresentado à Justiça, Ricardo afirmou ter participado apenas do roubo ao taxista e que contribuiu apenas indiretamente com a morte da vítima. Porém, o desembargador considerou que a participação do rapaz em toda a ação era evidente. À polícia, ele teria dito que seu irmão (o que morreu) executou o crime e ele apenas amarrou Ademar a um pé de café. Já à Justiça ele negou participação no assalto e na execução. Além disso, dinheiro e celulares da vítima foram apreendidos com Ricardo no ato de sua prisão.

Mataram e foram beber

O taxista Ademar de Lima desapareceu na noite de 8 de maio de 2011, um domingo, em Serrania. Seu corpo foi localizado na madrugada da segunda-feira (9 de maio) em uma estrada vicinal de Campestre. A perícia constatou que a vítima foi apedrejada na cabeça até a morte e em seguida foi incendiada.
O crime foi rapidamente esclarecido, pois os autores, que fugiram com o carro do taxista, sofreram um acidente. Depois de consumar o latrocínio, Ricardo, o irmão Antônio da Silva e a mulher Silvia Miguel Goulart (hoje com 23 anos), foram a um bar, onde consumiram bebidas alcoólicas. Depois disso, seguiram pela LMG 880, onde Antônio, que conduzia o veículo, perdeu o controle da direção e caiu em um açude. Ele morreu, mas Ricardo e a mulher escaparam com vida.
Quando a polícia de Campestre chegou ao açude e percebeu que o veículo tinha placa de Serrania, contataram os colegas de lá e descobriram que ele era de um taxista desaparecido. Foi então que o crime foi elucidado. Ricardo e Silvia foram presos em flagrante.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

GOLPE NO TRÁFICO EM POÇO FUNDO E VIOLÊNCIA EXTREMA EM MACHADO

Duas pessoas foram presas em Poço Fundo nesta quinta-feira (10), suspeitas de envolvimento como tráfico de drogas. Uma delas, um jovem de apenas 18 anos, teve o flagrante ratificado. Enquanto isso, em Machado, morria um rapaz de apenas 20 anos, em decorrência de ferimentos sofridos após receber golpes na cabeça. Os assassinos usaram um pedaço de concreto para agredí-lo.
Confira nos links principais ou nos feeds à direita.