Mostrando postagens com marcador fiança. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fiança. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

JUIZ PEGA PESADO CONTRA CRIMINALIDADE EM VARGINHA

Quem for preso a partir desta semana em Varginha não terá fiança arbitrada. O juiz de direito da Vara Criminal da Comarca, Oilson Nunes Hoffman Schimdt, teve uma reunião com treze delegados da região nessa semana e tomou esta decisão.
Ele disse estar preocupado com o “aumento vertiginoso da criminalidade em Varginha” e estabeleceu normas rígidas para combater os delitos na cidade.
O juiz estabeleceu que, quem for preso a partir de agora, por menor que seja o delito, não será arbitrada a fiança e o acusado vai ficar na cadeia até o final de janeiro do ano que vem.
Segundo ele, não será concedida fiança nem liberdade provisória, a nenhuma pessoa que for autuada em flagrante, seja por delito-anão ou delito grave, desde a última segunda-feira. Já foi determinado à secretaria do Fórum que se preparem.
A idéia é fazer com que estas pessoas fiquem presas pelo menos até o final de janeiro. “É tempo suficiente para que a pessoa reflita, lá no presídio, sobre seu comportamento”, garante o magistrado.
De acordo com o juiz, a medida vale desde para motoristas embriagados, agressão à mulher, pequenos furtos, roubo, tráfico de drogas. Aquele que se aventurar a praticar delitos, vai ficar hospedado no presídio de Varginha por pelo menos 30 dias.
Ele lembra que o presídio de Varginha tem capacidade para 62 detentos, mas abriga atualmente cerca de 280. Ele disse que os casos mais graves serão encaminhados para Três Corações ou a Penitenciária Nelson Hungria.
Menor também não vai mais ser beneficiado, pelo fato de Varginha não ter local adequado de recuperação. O juiz disse
que vai encaminhar os menores apreendidos para unidades de recuperação em Sete Lagoas e Lavras.
Se a moda pega, vai ter muita gente na região que pode até repensar suas condutas.

Com informações do "Blog do Madeira"