Mostrando postagens com marcador reunião. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reunião. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

IPTU: REUNIÃO PARA EXPLICAÇÕES TERMINA COM QUESTÕES EM ABERTO

Uma reunião para esclarecimentos sobre os novos cálculos do IPTU, que seria realizada secretamente na tarde desta sexta-feira (19), apenas com a presença de vereadores, representantes da Prefeitura e técnicos da empresa de consultoria Gestec Municipal Ltda, acabou aberta ao público mas ainda deixou muitas questões em aberto.
Explicações se valendo da Lei foram dadas, questionamentos feitos, e no final um dos participantes acabou chamando a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido ofendido pelo responsável pela condução do encontro, o diretor da Gestec, Marcílio Melo
Logo no começo das explicações, Marcilio defendeu os novos valores, afirmando que Poço Fundo precisa seguir a Legislação Federal sobre o tema, por isso precisando se adequar, e que o IPTU é impessoal, se baseia apenas no patrimônio, utilizando ainda metáfora de que "um município é como um condomínio, onde todos devem arcar com as despesas". Segundo ele, antes havia antes uma grande injustiça, pois pelo menos 31% das residências está agora pagando um imposto mais barato que os de anos anteriores.
No entanto, o diretor também afirmou que discrepâncias e alguns erros podem ocorrer, e a alternativa seria entrar com um pedido de revisão na Prefeitura.
No espaço aberto para perguntas e manifestações, os ex-prefeitos Edésio Vasconcelos e Beto Gouvêa fizeram algumas explanações, bem como vereadores e outros participantes.
Um agricultor, que possui lote com área de preservação permanente, questionou a tributação do terreno, e teve como resposta que "deveria doar a área para a Prefeitura". Depois, acionou a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido constrangido por algumas falas do palestrante.
Detalhes sobre todo o imbróglio envolvendo as mudanças no IPTU você tem na edição deste sábado do Jornal de Poço Fundo.




segunda-feira, 4 de agosto de 2014

POLICIA MILITAR IRÁ PROMOVER IMPLANTAÇÃO DE REDE DE VIZINHOS PROTEGIDOS

O comando da Policia Militar de Poço Fundo iniciará conversações com moradores para a implantação da Rede de Vizinhos Protegidos na cidade. A proposta é iniciar este trabalho no bairro Nova Gimirim e depois espalhar a novidade por todo o município. Por isso, todos os moradores estão sendo convidados a participar, na próxima quinta-feira (7), de um reunião na Câmara Municipal, onde serão explicados os detalhes desta novidade e sobre como as pessoas podem participar.

A Rede

A idéia essencial da Rede de Vizinhos Protegidos será "vizinho protegendo vizinho", oportunidade em que cada pessoa passará a ser uma “câmera viva” atuando de forma mútua e comprometida, alertando a todos os componentes do laço sobre a presença de pessoas e veículos suspeitos, por intermédio de sinais sonoros, e outras estratégias, impedindo que infratores se utilizem do fator surpresa, dificultando, assim, sua atuação. Dessa forma sempre deverá haver uma conexão com a polícia, garantindo o repasse de informações diretas aos agentes que compõem o sistema de defesa social, que por sua vez, direcionarão suas atuações pontualmente onde for necessário.
O ganho principal com esta proposta é aproximar comunidade e as forças de segurança, desenvolvendo atividades que compreendem estratégias aparentemente simples, bem organizadas, de fácil execução, eficientes, de baixo custo, elevado valor social e que reforçam a presença, através da aproximação direta e constante, da Polícia Militar junto à população ordeira e pacífica de Poço Fundo.
Redes de Vizinhos Protegidos” são especificamente o conjunto de pessoas organizadas para executarem ações sistematizadas. Seu objetivo é o de melhorar as relações entre vizinhos, despertar a consciência solidária e incentivar a vigilância informal, coibindo a ação de possíveis criminosos e garantindo a segurança pessoal e patrimonial por meio de pequenas mudanças de comportamento e compartilhamento de informações de interesse para a segurança. Possibilita que o policial-militar conheça a comunidade e vice versa.
A participação de cada cidadão é fundamental para a prevenção da criminalidade. Não ficar“esperando ou apenas cobrando” por atitudes e ações do poder público, mas interagir, principalmente em ações integradas e objetivas.

• Confira alguns dos objetivos da Rede no estado:

- Reduzir os índices de criminalidade nos locais onde serão implementadas as ações

- Recuperar cada vez mais a sensação de segurança, aumentando a confiança da população na PMMG.

- Criar em cada cidadão o sentimento de participação solidária e voluntária, onde cada pessoa passaria a ser uma “Câmera Viva” e, consequentemente, compartilhem informações, com a Polícia Militar, referentes à Segurança Pública.

- Garantir de fato à população, a sua segurança, fazendo com que a mesma volte a ocupar os espaços públicos, ruas, calçadas e praças, gerando oportunidade de interação e criação de vínculos entre os moradores daquela região, buscando um sentimento de pertencimento nos envolvidos com a proposta.

- Transmitir à população orientações e dicas básicas de segurança que contribuam para que possa haver mudanças de comportamentos, fazendo com que todos adotem procedimentos que evitem a oportunidade de serem “possíveis” vítimas em potencial, e passem a ser agentes de sua própria segurança.

• Fatores que justificam a criação da Rede de Vizinhos Protegidos e demais Redes de Proteção:

- Distanciamento da comunidade em geral;

- Menos vigilância, mais crime

- Desvalorização imobiliária e perda de oportunidades

- Vida em comunidade

- Queda na qualidade de Vida

O resultado será a garantia da paz social dos cidadãos de bem, fazendo com que se inverta uma situação muito comum até pouco tempo atrás: o indivíduo recluso em sua casa, temeroso de sair às ruas e o infrator confiante na sua provável impunidade, agindo de forma agressiva  e, não raras às vezes, ostensivamente.
A relação da comunidade deve ser de extrema confiança e respeito, existindo uma referência direta entre os policiais e a comunidade. Assim, se acionados através de telefones previamente repassados, ou via 190, a presença da Polícia Militar deverá ser imediata, o que reforçará a relação entre as partes.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

PM E SINDICATO ORIENTAM TRATORISTAS

Um encontro entre produtores rurais, tratoristas e a Policia Militar, representada pelo Sargento Juliano Teodoro, foi promovido pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Poço Fundo, na sede da entidade, na noite desta quinta-feira (11). O objetivo era orientar os proprietários e condutores quanto às regras que regulam o trânsito deste tipo de veículo, especialmente na zona urbana.
Como já era de se esperar, muitas dúvidas foram levantadas, mas também alguns protestos, já que para parte dos presentes qualquer forma de fiscalização é vista como uma maneira de "punir gente honesta".
Os detalhes da reunião e as regras para trânsito de tratores na zona urbana você confere na próxima edição do JPF.



segunda-feira, 22 de abril de 2013

SESSÃO MOVIMENTADA NA CÂMARA DE POÇO FUNDO

Uma ampla gama de atividades marcou a reunião da Câmara de Vereadores de Poço Fundo desta segunda-feira (22). Esclarecimentos prestados pela Secretaria da Educação e pela Consultoria Jurídica da Prefeitura, sobre o Processo Seletivo da Educação, e pelo menos seis projetos aprovados foram os principais atos da noite.
Dentre as propostas que viraram Lei estão o aumento de salários para monitores e monitoras que não possuem Magistério, e por isso alguns representantes da categoria se fizeram presentes, e uma mudança do Regimento Jurídico de Bem Público, que permitirá à Prefeitura que construa uma Unidade Básica de Saúde onde hoje está instalada uma quadra de esportes, no bairro Mãe Rainha.
Detalhes sobre as votações e a sabatina você terá na próxima edição do JPF.