Mostrando postagens com marcador Câmara. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Câmara. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 24 de outubro de 2017

VIDEO: VEREADOR DESAFIA COLEGAS E LANÇA EMENDA TIRANDO DINHEIRO DA CÂMARA PARA DIRECIONAR À SAÚDE

Vereador Élbio Pinto não vê justificativa para um orçamento de R$ 1.998.000 para a Casa Legislativa de Poço Fundo, e lança proposta para repassar R$ 900 mil para a Secretaria da Saúde do município.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

IPTU: REUNIÃO PARA EXPLICAÇÕES TERMINA COM QUESTÕES EM ABERTO

Uma reunião para esclarecimentos sobre os novos cálculos do IPTU, que seria realizada secretamente na tarde desta sexta-feira (19), apenas com a presença de vereadores, representantes da Prefeitura e técnicos da empresa de consultoria Gestec Municipal Ltda, acabou aberta ao público mas ainda deixou muitas questões em aberto.
Explicações se valendo da Lei foram dadas, questionamentos feitos, e no final um dos participantes acabou chamando a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido ofendido pelo responsável pela condução do encontro, o diretor da Gestec, Marcílio Melo
Logo no começo das explicações, Marcilio defendeu os novos valores, afirmando que Poço Fundo precisa seguir a Legislação Federal sobre o tema, por isso precisando se adequar, e que o IPTU é impessoal, se baseia apenas no patrimônio, utilizando ainda metáfora de que "um município é como um condomínio, onde todos devem arcar com as despesas". Segundo ele, antes havia antes uma grande injustiça, pois pelo menos 31% das residências está agora pagando um imposto mais barato que os de anos anteriores.
No entanto, o diretor também afirmou que discrepâncias e alguns erros podem ocorrer, e a alternativa seria entrar com um pedido de revisão na Prefeitura.
No espaço aberto para perguntas e manifestações, os ex-prefeitos Edésio Vasconcelos e Beto Gouvêa fizeram algumas explanações, bem como vereadores e outros participantes.
Um agricultor, que possui lote com área de preservação permanente, questionou a tributação do terreno, e teve como resposta que "deveria doar a área para a Prefeitura". Depois, acionou a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido constrangido por algumas falas do palestrante.
Detalhes sobre todo o imbróglio envolvendo as mudanças no IPTU você tem na edição deste sábado do Jornal de Poço Fundo.




segunda-feira, 4 de agosto de 2014

POLICIA MILITAR IRÁ PROMOVER IMPLANTAÇÃO DE REDE DE VIZINHOS PROTEGIDOS

O comando da Policia Militar de Poço Fundo iniciará conversações com moradores para a implantação da Rede de Vizinhos Protegidos na cidade. A proposta é iniciar este trabalho no bairro Nova Gimirim e depois espalhar a novidade por todo o município. Por isso, todos os moradores estão sendo convidados a participar, na próxima quinta-feira (7), de um reunião na Câmara Municipal, onde serão explicados os detalhes desta novidade e sobre como as pessoas podem participar.

A Rede

A idéia essencial da Rede de Vizinhos Protegidos será "vizinho protegendo vizinho", oportunidade em que cada pessoa passará a ser uma “câmera viva” atuando de forma mútua e comprometida, alertando a todos os componentes do laço sobre a presença de pessoas e veículos suspeitos, por intermédio de sinais sonoros, e outras estratégias, impedindo que infratores se utilizem do fator surpresa, dificultando, assim, sua atuação. Dessa forma sempre deverá haver uma conexão com a polícia, garantindo o repasse de informações diretas aos agentes que compõem o sistema de defesa social, que por sua vez, direcionarão suas atuações pontualmente onde for necessário.
O ganho principal com esta proposta é aproximar comunidade e as forças de segurança, desenvolvendo atividades que compreendem estratégias aparentemente simples, bem organizadas, de fácil execução, eficientes, de baixo custo, elevado valor social e que reforçam a presença, através da aproximação direta e constante, da Polícia Militar junto à população ordeira e pacífica de Poço Fundo.
Redes de Vizinhos Protegidos” são especificamente o conjunto de pessoas organizadas para executarem ações sistematizadas. Seu objetivo é o de melhorar as relações entre vizinhos, despertar a consciência solidária e incentivar a vigilância informal, coibindo a ação de possíveis criminosos e garantindo a segurança pessoal e patrimonial por meio de pequenas mudanças de comportamento e compartilhamento de informações de interesse para a segurança. Possibilita que o policial-militar conheça a comunidade e vice versa.
A participação de cada cidadão é fundamental para a prevenção da criminalidade. Não ficar“esperando ou apenas cobrando” por atitudes e ações do poder público, mas interagir, principalmente em ações integradas e objetivas.

• Confira alguns dos objetivos da Rede no estado:

- Reduzir os índices de criminalidade nos locais onde serão implementadas as ações

- Recuperar cada vez mais a sensação de segurança, aumentando a confiança da população na PMMG.

- Criar em cada cidadão o sentimento de participação solidária e voluntária, onde cada pessoa passaria a ser uma “Câmera Viva” e, consequentemente, compartilhem informações, com a Polícia Militar, referentes à Segurança Pública.

- Garantir de fato à população, a sua segurança, fazendo com que a mesma volte a ocupar os espaços públicos, ruas, calçadas e praças, gerando oportunidade de interação e criação de vínculos entre os moradores daquela região, buscando um sentimento de pertencimento nos envolvidos com a proposta.

- Transmitir à população orientações e dicas básicas de segurança que contribuam para que possa haver mudanças de comportamentos, fazendo com que todos adotem procedimentos que evitem a oportunidade de serem “possíveis” vítimas em potencial, e passem a ser agentes de sua própria segurança.

• Fatores que justificam a criação da Rede de Vizinhos Protegidos e demais Redes de Proteção:

- Distanciamento da comunidade em geral;

- Menos vigilância, mais crime

- Desvalorização imobiliária e perda de oportunidades

- Vida em comunidade

- Queda na qualidade de Vida

O resultado será a garantia da paz social dos cidadãos de bem, fazendo com que se inverta uma situação muito comum até pouco tempo atrás: o indivíduo recluso em sua casa, temeroso de sair às ruas e o infrator confiante na sua provável impunidade, agindo de forma agressiva  e, não raras às vezes, ostensivamente.
A relação da comunidade deve ser de extrema confiança e respeito, existindo uma referência direta entre os policiais e a comunidade. Assim, se acionados através de telefones previamente repassados, ou via 190, a presença da Polícia Militar deverá ser imediata, o que reforçará a relação entre as partes.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

PEDIDOS NOVOS, PROBLEMAS ANTIGOS

Numa sessão ordinária rápida e sem muita burocracia, os vereadores da Câmara de Poço Fundo abordaram, nesta segunda-feira (3), temas antigos mas que ainda geram um bocado de discussões. Indicações feitas pelos edis, e aprovadas por unanimidade, pedem ao prefeito Renato Ferreira que se tome providências para resolver problemas como o das enchentes no bairro São Benedito, o da má qualidade do fornecimento de água no Paiolinho (solicitando inclusive que a Copasa se instale no Distrito), o da presença de andarilhos no coreto da Praça São Francisco e o das irregularidades nos passeios e calçadas, dentre outros. Em alguns dos pedidos, reportagens do JPF sobre alguns dos casos foram citadas.
Na mesma reunião, também foi aprovada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2014.
Detalhes você terá em nossa próxima edição impressa.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

SESSÃO MOVIMENTADA NA CÂMARA DE POÇO FUNDO

Uma ampla gama de atividades marcou a reunião da Câmara de Vereadores de Poço Fundo desta segunda-feira (22). Esclarecimentos prestados pela Secretaria da Educação e pela Consultoria Jurídica da Prefeitura, sobre o Processo Seletivo da Educação, e pelo menos seis projetos aprovados foram os principais atos da noite.
Dentre as propostas que viraram Lei estão o aumento de salários para monitores e monitoras que não possuem Magistério, e por isso alguns representantes da categoria se fizeram presentes, e uma mudança do Regimento Jurídico de Bem Público, que permitirá à Prefeitura que construa uma Unidade Básica de Saúde onde hoje está instalada uma quadra de esportes, no bairro Mãe Rainha.
Detalhes sobre as votações e a sabatina você terá na próxima edição do JPF.