Mostrando postagens com marcador Programa Mais Médicos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Programa Mais Médicos. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 30 de julho de 2013

MÉDICOS PARADOS NO MUNICÍPIO

Mesmo com a paralisação, Posto ficou lotado por conta de consultas já marcadas
Médicos de pelo menos 16 estados e do Distrito Federal devem suspender nos próximos dois dias (30 e 31) os atendimentos na rede pública e privada de saúde, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (29) pela Federação Nacional dos Médicos (Fenam). Em outros quatro estados, a previsão é de que os profissionais vão parar as atividades somente por um dia. O protesto é para marcar posição da categoria contra atos do governo federal, como a contratação de profissionais estrangeiros pelo programa Mais Médicos.
Apesar da greve, a associação que representa 53 sindicatos ligados à classe médica orientou para que casos de urgência e emergência sejam atendidos. De acordo com a Fenam, deverão aderir aos dois dias de paralisação desta semana os médicos de Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Sergipe.
Como cada associação estadual tem autonomia para decidir a extensão da greve, os sindicatos de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Tocantins optaram por participar da mobilização da Fenam apenas na quarta-feira.

Em Poço Fundo, os PSF´s não estão funcionando. Os profissionais aderiram ao movimento, mas segundo alguns funcionários boa parte deles só o fez por pressão do Conselho Regional de Medicina, e não por concordarem com a paralisação. No Posto de Saúde, consultas agendadas foram mantidas, e a instituição estava lotada nesta manhã. Já no Hospital de Gimirim, havia previsão de que somente fossem atendidos casos de urgência e emergência, mas desta vez o atendimento está ocorrendo normalmente.
Até o momento, não foi registrado nenhum dissabor por conta do ato de protesto, e acredita-se que assim permanecerá até amanhã, pois apesar de a quarta-feira geralmente ser de grande procura nos PSF´s, os moradores estão sendo avisados sobre a paralisação.
Fica então o recado. Se você precisa de consultas nos Postos do Programa Saúde da Familia, deixe para procurá-los na próxima quinta-feira, e se seu problema for uma gripe, uma dorzinha crônica, uma virosezinha ou algo parecido,  mesmo com o atendimento normal, melhor esperar se quiser procurar o Pronto Atendimento, só por via das dúvidas.

Somente enfermeiros e outros funcionários estarão trabalhando nos postos do PSF nesta terça e na quarta-feira

terça-feira, 23 de julho de 2013

SÓ UM MÉDICO POÇO-FUNDENSE ADERE A PROTESTO NACIONAL

Como manda a regra da apuração jornalística, nossa reportagem foi conferir de perto a veracidade das informações repassadas por moradores, sobre à adesão de médicos poço-fundenses à greve promovida pela Federação Nacional dos Médicos nesta terça-feira (23) em alguns estados do Brasil, e acabou descobrindo que apenas um profissional está, de fato, participando do movimento.
Primeiro procuramos o Hospital de Gimirim, onde a Diretora Daniela Assis informou que, de fato, o Dr. Aloísio, plantonista desta terça-feira, resolveu aderir ao protesto, e por isso estava dando prioridade apenas aos casos mais graves, de urgência e emergência. Casos mais simples (identificados pelo protocolo de Manchester nas cores verde e azul, por exemplo), não estão sendo atendidos, mesmo diante de questionamentos feitos pela própria diretoria do hospital ao profissional em questão. A diretora explicou ainda que trata-se de uma decisão pessoal do médico, isentando a instituição de qualquer responsabilidade. Segundo ela, a triagem continua sendo feita normalmente, como manda a regra, mas é dele a decisão de atender ou não aos pacientes. Ainda assim, a lista de consultas têm sido alta durante todo o dia.
Investigamos também a notícia de que no Posto de Saúde e nos PSF´s estaria havendo deficiência no atendimento, por conta da paralisação. A informação não foi confirmada. Médicos que não atenderam hoje nestes locais na verdade estão de férias ou em viagem, mas os outros estariam trabalhando normalmente. No PSF São Lucas, o Dr. Wânius está de férias. No São José, era dia de visita domiciliar, feita pelo Dr. Cristiano. No Santa Rita, o Dr. Ricardo atendia normalmente, bem como no São Francisco, sob responsabilidade da Dra. Mayra. No Centro de Saúde, o atendimento também ocorria sem percalços.

Mesmo com a decisão do médico Dr. Aloísio, movimento no Pronto Atendimento foi alto durante esta terça-feira

MÉDICOS PARADOS NA REGIÃO

Atenção! Se você precisa de atendimento médico hoje, só se o seu caso for mesmo de urgência ou emergência. Médicos de pelo menos dez estados aderiram a uma paralisação nesta terça-feira (23), em protesto contra algumas ações do governo, mas mais especificamente contra o Programa "Mais Médicos", que pretende levar profissionais para o interior do país. Segundo a Federação Nacional dos Médicos, o ato só ocorre hoje, mas pode se repetir nos dias 30 e 31.
Várias cidades da região aderiram ao movimento, inclusive Poço Fundo e Machado, e alguns pacientes já estão revoltados por procurarem atendimento e serem mandados para casa. Alguns casos até poderiam ser atendidos no Posto de Saúde, mas segundo relatos de moradores, ligações comprovam que não há médicos trabalhando.
Estamos acompanhando o caso e você terá detalhes em nossas próximas edições.