Mostrando postagens com marcador Policia Civil de Minas Gerais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Policia Civil de Minas Gerais. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

POLICIA CIVIL "TOMA" CNH´S FACILITADAS DE MOTORISTAS DA REGIÃO





Quarenta e sete "motoristas" tiveram as carteiras de habilitação apreendidas numa operação realizada ontem (terça-feira, 4) pela Policia Civil em Varginha e Três Corações. Os documentos teriam sido conseguidos de forma ilegal, com facilitação por parte de um investigador de Três Corações, que está afastado. A ação é mais uma fase da investigação feita em parceria com o Ministério Público, iniciada no ano passado.
O agente de policia facilitava a aprovação do candidato, que pagava e aguardava cerca de dois meses para a retirada do documento. Quem foi beneficiado pelo esquema deverá responder por falsidade ideológica.
Na primeira fase da operação, realizada em dezembro de 2014, foi identificado e denunciado um grupo suspeito de  fraudar documentos para facilitar a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas duas cidades. Ao todo foram denunciados ao Ministério Público 58 candidatos, um funcionário do Detran de Varginha e duas autoescolas.
Conforme as investigações, O candidato pagava um valor de cerca de R$ 3,2 mil para os centros de formação e os documentos poderiam ser retirados como se o candidato tivesse sido aprovado no exame. Segundo a polícia, os prontuários de candidatos de outros municipios eram transferidos para Três Corações com endereço falso. Assim, o policial inseria as aprovações no sistema do Detran, viabilizando a emissão dos documentos. As investigações apontaram ainda que as pessoas que tiraram a carteira de motorista por esse meio sequer participaram de exames de legislação ou direção.
Condutores de várias cidades do Sul de Minas estão envolvidos, mas não foram expedidos mandados de prisão. Todos aguardam o desenrolar dos trabalhos em liberdade.


quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PRESO POR TRÁFICO

Embora ultimamente esteja menos visível, o tráfico de drogas é ainda uma realidade em Poço Fundo. Nesta quarta-feira (16), um jovem de apenas 20 anos foi detido pela Policia Civil, depois que foram encontrados um tablete, uma bucha e um cigarro de maconha, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência. Foram várias denúncias, que depois de apuradas resultaram na ação.


quinta-feira, 11 de abril de 2013

UNIMED É O NOVO ALVO DE ASSALTANTES

O espaço da Unimed se tornou mais um alvo de assaltantes na tarde desta quinta-feira (11) em Machado. Segundo as primeiras informações, dois homens chegaram numa moto Honda Twister (a cor não foi informada) e renderam funcionários, obrigando-lhes a entregar todo o dinheiro que havia no local. A quantia levada não foi informada.
A Policia acabou de encerrar rastreamento, que tentava localizar suspeitos, sem sucesso. O caso será encaminhado à Delegacia. Detalhes nas próximas publicações do grupo JPF.


quinta-feira, 21 de março de 2013

OPORTUNIDADE: POLICIA CIVIL COM INSCRIÇÕES ABERTAS PARA VÁRIAS ÁREAS


A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou quatro editais de concursos públicos para 1.497 vagas em cargos de nível médio/ técnico e superior. Os salários variam de R$ 939,15 a R$ 5.446,78.
No edital nº 1 são 121 vagas para médico legista. Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível superior em medicina. O salário é de R$ 5.446,78. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
No edital º 2 são 95 vagas para perito criminal. Os candidatos devem ter nível superior em qualquer área. O salário é de R$ 5.446,78. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
No edital nº 3 são 415 vagas para analista da Policia Civil, sendo 315 para nível I (nível superior e pós-graduação) e 100 para nível III (apenas nível superior).  Os salários variam de R$ 1.707,55 a R$ 2.541,52. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
As vagas são para as áreas de administração de empresas, administrativo - gestão pública, arquitetura e urbanismo, biomedicina, ciência da informação, ciências contábeis, comunicação social, direito, enfermagem, engenharia civil, engenharia de telecomunicações, engenharia elétrica, estatística, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina nas especialidades de angiologia, cardiologia, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologista, geriatria, ginecologia, hematologia, medicina do trabalho, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatra, proctologia, psiquiatria e urologia, nutrição, odontologia nas especialidades de cirurgia, dentística, endodontia, odontopediatria, ortodontia, periodontia e protesista, pedagogia, psicologia, serviço social, sociologia e tecnologia da informação.
No edital nº 4 são 866 vagas para técnico assistente da Polícia Civil. Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível médio/ técnico. As vagas são para a área administrativa, técnico em enfermagem, técnico em patologia clínica, técnico em radiologia e consultório dentário. O salário é de R$ 939,15 e a jornada de trabalho varia de 24 a 40 horas semanais.
As inscrições devem ser feitas pelo site www.fumarc.com.br no período de 18 de março a 18 de abril. A taxa varia de R$ 52 a R$ 76.  Os candidatos também podem se inscrever na sede da Acadepol, localizada na Rua Oscar Negrão de Lima, 200, das 9h às 17h.
Para analista e técnico assistente haverá apenas prova objetiva.
Já para os cargos de médico legista e perito criminal, o concurso é composto pelas seguintes etapas: prova de conhecimentos – objetiva, avalição psicológica, exames biomédicos e biofísicos, investigação social e curso de formação policial.
Os candidatos matriculados no Curso de Formação Policial serão designados aspirantes receberão bolsa de estudos, equivalente a 50% do valor correspondente ao salário.
A prova objetiva será aplicada no dia 26 de maio, na cidade de Belo Horizonte.
O concurso público terá 2 anos de validade e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.