Mostrando postagens com marcador reclamações. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reclamações. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

PREFEITURA ANUNCIA MAIOR PARCELAMENTO DO IPTU

Numa tentativa de diminuir o impacto (e também as reclamações) causado pelo novo IPTU no município, a Prefeitura de Poço Fundo anunciou, há pouco, em sua página do facebook, que os contribuintes podem dividir o imposto em seis parcelas, de acordo com decreto assinado pelo Prefeito Renato Oliveira.
Os interessados em fazer as alterações para o pagamento devem procurar o Setor de Fazenda, no Paço Municipal (Praça Tancredo Neves), levando a guia original.
Confira, abaixo, o comunicado feito pelo Poder Executivo.


sexta-feira, 19 de setembro de 2014

IPTU: REUNIÃO PARA EXPLICAÇÕES TERMINA COM QUESTÕES EM ABERTO

Uma reunião para esclarecimentos sobre os novos cálculos do IPTU, que seria realizada secretamente na tarde desta sexta-feira (19), apenas com a presença de vereadores, representantes da Prefeitura e técnicos da empresa de consultoria Gestec Municipal Ltda, acabou aberta ao público mas ainda deixou muitas questões em aberto.
Explicações se valendo da Lei foram dadas, questionamentos feitos, e no final um dos participantes acabou chamando a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido ofendido pelo responsável pela condução do encontro, o diretor da Gestec, Marcílio Melo
Logo no começo das explicações, Marcilio defendeu os novos valores, afirmando que Poço Fundo precisa seguir a Legislação Federal sobre o tema, por isso precisando se adequar, e que o IPTU é impessoal, se baseia apenas no patrimônio, utilizando ainda metáfora de que "um município é como um condomínio, onde todos devem arcar com as despesas". Segundo ele, antes havia antes uma grande injustiça, pois pelo menos 31% das residências está agora pagando um imposto mais barato que os de anos anteriores.
No entanto, o diretor também afirmou que discrepâncias e alguns erros podem ocorrer, e a alternativa seria entrar com um pedido de revisão na Prefeitura.
No espaço aberto para perguntas e manifestações, os ex-prefeitos Edésio Vasconcelos e Beto Gouvêa fizeram algumas explanações, bem como vereadores e outros participantes.
Um agricultor, que possui lote com área de preservação permanente, questionou a tributação do terreno, e teve como resposta que "deveria doar a área para a Prefeitura". Depois, acionou a Policia Militar para registrar um boletim de ocorrência, por ter se sentido constrangido por algumas falas do palestrante.
Detalhes sobre todo o imbróglio envolvendo as mudanças no IPTU você tem na edição deste sábado do Jornal de Poço Fundo.