sábado, 18 de janeiro de 2014

MANHÃ VIOLENTA EM ALFENAS

Portal Alfenas Hoje
Atualizada às 17h00 de 18/01/2014

A manhã deste sábado (18) não começou muito bem em Alfenas. Três homens foram esfaqueados por volta das 6h30 na avenida José Paulino da Costa, nas proximidades do Campo do América. Ederson Vieira, de 25 anos (foto), morreu no local, e os outros estão internados no Hospital Universitário Alzira Velano.
O motivo seria totalmente fútil. Segundo primeiros levantamentos junto a testemunhas, a briga teria sido gerada por uma suposta tentativa de acerto de "programa" sexual em um outro local. O homem que foi morto, os feridos e o suspeito de ter cometido o crime teriam entrado em disputa para "fechar negócio" com alguns travestis, que optaram por aceitar a proposta das vítimas. Por conta disso, um dos homens resolveu pegar uma faca e foi, de táxi, atrás do grupo, e quando o encontrou partiu para o ataque contra Ederson.
O rapaz foi atingido no braço, nas costas e no tórax, do lado esquerdo. Seu amigo  R.M.D. (34 anos), por sua vez, tentou separar a briga mas sofreu uma perfuração no abdomen. Ele mesmo caminhou até o hospital, onde foi imediatamente transferido para o centro cirúrgico. Irmãos de Ederson teriam interferido na briga, e um deles também acabou atingido no abdomen. No entanto, ambos haviam saído da cena do crime e corrido para a casa deles, tendo até trocado de roupa. A Policia Militar os localizou e os dois foram conduzidos para prestar esclarecimentos, por conta da atitude suspeita.
A PM está à procura do autor. O assassino, que segundo as testemunhas aparenta ter cerca de 30 anos, usou uma faca tipo peixeira com cabo branco na ação. De acordo com a Policia, ele teria tomado o táxi acompanhado por outro homem, que também não foi identificado.
Na casa dos irmãos do morto, a perícia recolheu também uma tesoura e uma faca, que podem ter sido utilizadas na confusão, além roupas sujas de sangue.
Câmeras de segurança flagraram toda a confusão, mas a baixa qualidade das imagens não permite a identificação definitiva do autor, que até o fechamento desta nota ainda não havia sido preso. As vitimas que ficaram feridas não correm risco de morrer.

Fotos: Minas Acontece