sábado, 16 de novembro de 2013

GAROTO MORRE APÓS AFOGAMENTO NA REPRESA DE FURNAS

Foto: facebook.com
Feriado prolongado, calor... elementos ideais para que muitas pessoas escolham, como forma de diversão, um passeio por áreas de represas e rios, para a prática da nataçã. Estes também são os ambientes ideais para que acidentes aconteçam, especialmente com quem não tem boa experiência ou não conhecem bem o local onde vai nadar.
Foi o que provavelmente aconteceu com o adolescente Wilian Marques Almeida, de apenas 14 anos, que se afogou na represa de Furnas, no setor de Alfenas (rampa náutica), nesta sexta-feira (15). O garoto foi avistado por testemunhas na margem oposta à geralmente utilizada pelos visitantes, aparentemente já desacordado, e acionaram o Corpo de Bombeiros. Foi preciso que uma guarnição atravessasse 40 metros de represa para chegar ao jovem, que foi socorrido ainda com vida ao Hospital Alzira Velano, mas não resistiu e morreu enquanto os médicos lhe prestavam atendimento.
O corpo está sendo velado no Velório Municipal de Alfenas, com enterro previsto para as 16h00 deste sábado (16).
Fica o alerta para você, que procura áreas idênticas para sua diversão nestes dias quentes. Rios e represas possuem armadilhas que mesmo os nadadores mais experientes desconhecem, e basta um escorregão ou pisada em local inadequado para que não haja possibilidade de retorno à terra, e uma tragédia pode acontecer por conta disso. Excesso de "coragem" (geralmente promovido por uma boa ingestão de álcool) também leva ao perigo de morte: a pessoa pensa que pode chegar às áreas de maior profundidade e voltar sem problemas, mas isso geralmente não acontece.
Portanto, divirta-se neste feriadão, mas com muita cautela.