sexta-feira, 28 de outubro de 2016

POLICIA CIVIL PROMOVE MUTIRÃO CONTRA "BOICOTE" EM VISTORIAS DE VEÍCULOS EM MACHADO



A Policia Civil de Machado promoveu, nesta sexta-feira (28), um mutirão de vistorias em veículos dos mais diversos diante da Delegacia da cidade. Perto de 100 automóveis passaram pelo procedimento, essencial para liberação de seus documentos, mas o objetivo principal da ação vai muito além disso, de acordo com o delegado Juliano Lago: comprovar que não há atrasos e acúmulos nestes trabalhos, acima de tudo, acabar com o que foi identificado como um "boicote" contra mudanças estabelecidas na área de trânsito da Comarca.
Segundo o delegado, desde que foram estabelecidas novas formas de gerenciamento, com vistorias mais rigorosas e organização mais efetiva, alguns segmentos da sociedade, que atuam neste setor, começaram a "boicotar" os procedimentos. "Destinamos um servidor específico para documentos e um somente para vistorias, feitas de segunda a sexta. Mesmo assim, começou a ganhar força uma sensação de acúmulo, e estranhamos este fato. Suspeitamos de que alguém estava boicotando os trabalhos, pois antes lucravam com as ilegalidades. Por isso, decidimos fazer um mutirão para constatarmos se havia de fato esse problema, já que tinha pessoas chegando de madrugada para fazer o procedimento, ficando inclusive expostas na beira da rodovia. Chegamos a 90 vistorias, o que nos levou à constatação de que não havia atraso ou excesso algum, pois isso representa o equivalente a três dias desta atividade. Então, ouvindo alguns proprietários de veículos, descobrimos que certos profissionais "faziam a cabeça" deles para que viessem cedo, com o argumento de que se não o fizessem perderiam a chance de terem seus documentos, inclusive deixando de avisar que eles tem pelo menos 30 dias para cumprir esta exigência
Com isso, o alerta aos donos de automóveis, motos ou caminhões é de que não se deixem levar por boatos ou informações equivocadas, que teriam o intuito apenas de causar turbulência. "Não precisa se apavorar, correr, madrugar. Pode vir no horário normal de atendimento, a partir das 8h00, e a vistoria é feita por ordem de chegada. Se não der num dia, vem no outro. Só não pode deixar para o último dia, claro. O importante é saber que vamos continuar atuando dentro da legalidade, não vamos admitir irregularidades e o cidadão, por sua vez, saberá direitinho quando deu entrada e quando terá seus documentos em mãos, sem chances para bagunça ou propinas".
A entrevista completa com o delegado sobre este tema você confere em nosso próximo Informativo 105, da Gimirim FM.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário com bom senso e equilíbrio